10 mitos e verdades sobre emagrecimento

19 minutos de leitura
10 mitos e verdades sobre emagrecimento
Imagem: Deposit Photo

O desejo de emagrecer é assunto que sempre está em alta! Desde o aparecimento de novas dietas da moda até as diversas sugestões de estratégias para perder peso, as informações sobram e com elas: as dúvidas!

Por isso listamos alguns mitos e verdades sobre emagrecimento, para te ajudar a fazer escolhas mais acertadas e não cometer erros que podem atrapalhar o alcance do corpo dos seus sonhos.

1. O estresse pode atrapalhar o emagrecimento.

VERDADE

Mesmo com o combo exercício físico regular + alimentação adequada, o estresse pode boicotar seu emagrecimento! 😱

Isso acontece porque o estresse causa um aumento no nível de cortisol no organismo, e o excesso deste hormônio acaba reduzindo o gasto calórico, a capacidade de digestão e da absorção dos nutrientes, além de facilitar a perda de massa muscular. Portanto, cuidar da sua saúde mental para diminuir o estresse é fundamental na busca pelo emagrecimento!

À propósito, temos um post completo sobre a relação do estresse com o emagrecimento. Clique aqui para saber mais!

2. Dormir bem ajuda a emagrecer.

VERDADE

Não é magia, é biologia! Quando não dormimos o suficiente, alguns hormônios se desregulam em nosso corpo. Há um aumento do hormônio que dá fome – Grelina – e diminuição do hormônio que indica saciedade – a Leptina. Com isso, a fome se torna mais descontrolada no dia seguinte, prejudicando o planejamento alimentar.

Além disso, é durante o sono que ocorre o pico de secreção do hormônio do crescimento – o GH – que tem como algumas de suas funções a queima de gordura, a produção de músculos, a renovação celular e a melhora do sistema imunológico.

Então, se você quer emagrecer, priorize na sua rotina as boas noites de sono!

3. É melhor comer tudo nas versões Diet ou Light.

MITO

Primeiro é necessário entender o que são esses alimentos. Na versão Diet existe a retirada total de algum componente – como o açúcar, por exemplo – e nos alimentos Light há uma redução de pelo menos 25% de um componente – podendo ser sódio, açúcar, colesterol ou gordura. Eles podem ser úteis para pessoas cuja dieta é restrita a certos ingredientes, como os diabéticos ou quem tem gordura no fígado.

No entanto, o perigo está em ver esses alimentos como mais saudáveis e adotá-los por conta própria na alimentação, já que muitas vezes, para compensar a ausência de um elemento, é feita a adição de outro. Assim, um alimento com menos açúcar pode ter muito mais gordura, sódio ou calorias. Outro erro é a tendência de consumir esses alimentos em quantidade maior, por acreditar que não afetarão a perda de peso.

Portanto o segredo é: leia os rótulos para comparar as versões tradicionais dos seus companheiros Diet ou Light, pois por vezes a substituição não será mais saudável. E consulte um nutricionista para saber se você deve ter alguma restrição na sua alimentação. Ele é o seu melhor amigo para montar uma reeducação alimentar ou dieta temporária!

4. “Se eu comer direitinho durante a semana posso exagerar no final de semana”.

MITO

Se você segue uma alimentação balanceada de segunda a sexta e quer extrapolar no final de semana, com muitas refeições fora do planejamento e abandonando o exercício físico, pode comprometer todo o seu esforço sim e não conseguir perder o peso que gostaria.

O corpo não sabe em que dia da semana está e esses dois dias podem deixar seu metabolismo confuso e dificultar ainda mais a naturalização dos hábitos que você deseja modificar.

Isso quer dizer que a pizza e o hambúrguer estão proibidos? Claro que não!
O segredo está no equilíbrio e na regularidade. Escolha ocasiões específicas onde você terá uma liberdade maior para sair do plano, porém retorne para ele assim que possível, independente do dia da semana!

5. Para emagrecer é preciso cortar carboidrato

MITO

Uma alimentação equilibrada inclui todos os macronutrientes e o carboidrato é um deles. Ele é a principal fonte de energia para o corpo realizar suas atividades diárias, dentre outras funções. Mas é necessário maneirar na quantidade, pois o que não for usado para gerar energia, será armazenado no corpo em forma de gordura, aumentando peso e medida.

Outro fato importante é observar o tipo de carboidrato que você consome, pois a diferença entre eles é determinante para o seu processo de emagrecimento!

– Carboidratos simples – são digeridos rapidamente e liberam uma quantidade muito grande de açúcar no sangue, o que além de gerar fome em um curto período de tempo, contribui para que esse açúcar seja armazenado nas células de gordura. Alguns alimentos com este tipo de carboidrato: açúcar refinado, refrigerante e produtos com farinha branca.

– Carboidratos complexos – já os complexos possuem digestão mais lenta e liberam o açúcar aos poucos, dando sensação de saciedade por mais tempo e mantendo um fornecimento de energia regular. Você os encontra na batata doce, aveia, brócolis, alimentos integrais e outros.

OBS: Dietas quase sem carboidratos (como a cetogênica) podem ser úteis em alguns casos, mas sempre por um tempo reduzido e com orientação profissional de um nutricionista.

Dietas com baixo carboidrato (low carbs) costumam trazer resultados benéficos e podem ser adotadas ao longo da vida. No entanto, é sempre crucial a orientação de um nutricionista que avalie se o seu caso é indicado para tal prática.

6. Posso continuar comendo arroz e feijão e ainda assim emagrecer.

VERDADE

Arroz e feijão é a base da alimentação diária da maioria dos brasileiros, e se você é uma dessas pessoas pode ficar despreocupado(a), pois essa dupla faz muito bem para a saúde. J Te mostramos alguns motivos para não abrir mão desse casamento perfeito e delicioso:

  • garantem ao corpo o fornecimento dos aminoácidos essenciais – moléculas que formam proteínas e não são produzidas pelo corpo;
  • são ricos em cálcio e outros minerais;
  • são fontes de fibras;
  • aumentam a sensação de saciedade e aceleram o metabolismo.

7. Fazer um detox ajuda a emagrecer

VERDADE

Muitas vezes o corpo humano entra em um estado de desequilíbrio constante, chamado inflamação crônica. Essa condição costuma derivar de hábitos não saudáveis, como o fumo, consumo de álcool e sedentarismo, e pode causar diversas doenças, além de ser uma das principais causas do sobrepeso tanto por induzir o ganho de gordura, como por dificultar que a mesma seja eliminada do organismo.

Por isso, é muito útil fazer um detox, que tem como objetivo eliminar o excesso de toxinas no organismo e reduzir seu estado inflamatório.

Quer saber mais sobre detox? Leia este post!

8. É necessário cortar frutas, já que elas têm muito açúcar

MITO

Calma, as coisas não são bem assim. As frutas possuem a frutose, que é o açúcar da fruta (uma molécula que também é usada para adoçar alguns produtos industrializados). Mas ao comer uma fruta in natura, principalmente com casca e bagaço, você também vai consumir vitaminas, fibras e minerais essenciais ao seu corpo!

Além disso, muitas frutas possuem substâncias antioxidantes, que ajudam a combater as inflamações que comentamos neste post. Sem falar que há frutas cujo o índice glicêmico é bem baixo, ou seja, são pouco calóricas. Maracujá, damasco, kiwi morango algumas delas, e estão presentes até em dietas low carb.

Novamente, o importante é dosar a quantidade, pois o consumo exagerado de frutas pode sim atrapalhar o seu emagrecimento, ou ser prejudicial no caso de doenças, como diabetes. Na dúvida de qual fruta consumir e em que quantidade, procure um médico! 😉

9. A balança é quem vai te contar se você está conseguindo emagrecer

MITO

No processo de emagrecimento que envolve exercício físico, costuma acontecer perda de gordura e ganho de massa muscular. Como músculo e gordura possuem volumes e densidades diferentes, é possível o corpo manter – ou até aumentar – o peso, enquanto reduz medidas e ganha definição.

Por isso, não se preocupe com o “peso ideal” e nem se prenda aos números da balança! Fique de olho na redução do percentual de gordura corporal e nas medidas corporais, pois eles são indicadores mais confiáveis da sua evolução.

10. Comer rápido ajuda a engordar

VERDADE

Comer rápido ajuda a engordar por dois motivos:

1. Atrapalha o processo digestivo, que começa na boca. Normalmente quem come rápido não mastiga bem os alimentos e não dá tempo da saliva realizar suas funções – ela ajuda a transformar a comida em um bolo pastoso e possui uma enzima chamada ptialina que começa a digerir o amido.

2. O cérebro demora cerca de 20 minutos para entender que o estômago já está cheio, então comer muito rápido pode fazer com que você coma uma quantidade bem maior do que você precisa para ficar satisfeita(o).

O ideal é mastigar bem a comida, em porções adequadas e dar tempo para o cérebro entender o que você comeu, antes de repetir a refeição.

A ALQ TE AJUDA A EMAGRECER!

Sabemos que nem sempre é fácil encarar o processo de emagrecimento e às vezes precisamos de um empurrãozinho para potencializar os esforços e não desistirmos no meio do caminho. Para isso, temos aqui na ALQ alguns ativos manipulados que podem te ajudar nessa jornada.

Confira!

  • Phytgen® – queima de calorias, mesmo sem atividade física.

O Phytgen® é um blend de compostos encontrados na Romã e na alga Wakame.
Tal combinação resulta em um tivo com os seguintes benefícios:

👉 Queima até 400 kcal/dia sem atividade física;

👉 Possui potente efeito termogênico;

👉 Ação antioxidante e anti-inflamatória.

👉 Em 6 semana é possível notar redução significativa do peso corporal.

  • Morosil® – perca barriga com o queridinho extraído das laranjas moro.

Ativo extraído das laranjas moro, uma laranja com a poupa avermelhada produzida aos redores do vulcão Etna, na Itália!

Suas propriedades antioxidantes garantem:

👉 Redução da inflamação e do estresse oxidativo (comuns em indivíduos com sobrepeso e obesidade);

👉 Aumento da quebra de gorduras (lipólise);

👉 Diminuição do tamanho dos adipócitos (células de gordura) na região do abdômen e do quadril;

👉 Proteção ao fígado (pois aumenta a sensibilidade à insulina – fazendo com que menos açúcar circule no sangue – e reduz os triglicerídeos e colesterol total).

  • Lowat® – perca peso 2x mais rápido.

Esse ativo é uma combinação das folhas da pimenteira Piper betle e das sementes da leguminosa Dolichos biflorus – 2 ingredientes bem usados na culinária indiana e do leste asiático. Lowat® é um ativo capaz de:

👉 Aumentar o metabolismo corporal;

👉 Diminuir os níveis de grelina, o hormônio da fome;

👉 Diminuir o acúmulo de gordura (adipogênese);

👉 Aumentar a quebra de gorduras (lipólise).

Para saber mais sobre as formas de usar esses e outros ativos, fale com a gente! 😉

Loja Virtual

Hair and nails polivitamínico ALQ

ALQ - Hair & Nails

Polivitamínico 60 caps
R$ 52,90
comprar

Você pode querer ler também